Nota de Encerramento

É pessoal,

Estamos aqui com mais um anúncio de mudanças. Desta vez, não iremos mudar de local, não iremos mudar nossos horários de atendimento. Ou melhor, vamos sim, vamos mudar tudo isso. Na verdade, esse informativo é sobre a última mudança que faremos. Sim, a última.


Como alguns de vocês sabem, a Beer Mind surgiu como um projeto que juntava a paixão dos sócios por cervejas artesanais, à experiência com e-commerce. Ou seja, a Beer Mind era um projeto dos sócios da Agência Evo, especializada em desenvolvimento web, desde sites institucionais à e-commerces. Mas a Beer Mind nasceu com vocação de ter uma vida própria, de ser a menina dos olhos. E foi. E como foi.


Durante mais de três anos estivemos à frente desse incrível projeto, que nos proporcionou experiências, conhecimentos, amizades, desenvolvimento pessoal e profissional, mas que infelizmente chega ao fim. Poxa, mas por quê? Bem, vamos tentar explicar de uma forma simples, mas com detalhes suficientes para que vocês entendam nossa difícil decisão. A mais difícil que já tomamos.


Como não é novidade para ninguém, o mercado de cervejas artesanais no Brasil (e no mundo) cresce com vigor. Nos últimos dez anos o mercado cervejeiro nacional vem crescendo exponencialmente. Mesmo com a pandemia que se iniciou em 2020, mesmo com diversas baixas que tivemos de bares e cervejarias, ainda assim o mercado cresceu. E vai continuar crescendo. E isso é ótimo, é muito bom, e todos da Beer Mind ficamos muito felizes com isso. Felizes por termos podido fazer parte desta história, deste cenário, por termos proporcionado e termos tido proporcionados tantos goles e risadas.


Mas com o aumento da oferta, a lucratividade dos produtos tende a diminuir. E não entendam isso como uma reclamação, como um “choro de pitangas”, porque não é. É um conceito econômico bem antigo, até. Quando há um aumento na oferta, o preço tende a diminuir para que se aumente a demanda e se atinja o equilíbrio de mercado. E isso é ótimo! Além de sócios, somos também consumidores, então obviamente que o aumento da oferta de produtos muito nos agrada.


Esse aumento de oferta tem um efeito muito bom para os consumidores, mas não tão legal assim para quem precisa pagar uma operação: muitas vendas só acontecem mediante promoções agressivas. Ou seja, muitas vezes o volume de vendas necessário para que se sobre dinheiro suficiente para pagar as contas não é atingido. E essa, meus amigos, é a triste realidade da grande maioria dos bares e lojas de cervejas artesanais. Ou sua promoção é muito agressiva, ou você não vende.


Novamente, pode parecer que estamos reclamando da concorrência, ou da falta de vendas. Não estamos. Estamos apenas constatando fatos, e assim como essa realidade é para nós, assim o é também, para outros sites, bares, lojas. Não todos, é claro. Mas é verdade, podem perguntar por aí.


Fomos até onde nossa energia permitiu. Até onde nosso fôlego aguentou. Mas chega uma hora que, mesmo apegados ao carinho e à marca que muito arduamente construímos, é preciso dar tchau. Dizem que os capitães são os últimos a abandonar os navios, inclusive muitos deles afundam com eles. Há quem faça essa analogia. Não é o nosso caso. Nós não temos o romantismo de “afundar” com nosso barco, até porque, não afundamos. Do nosso ponto de vista, estamos deixando a Beer Mind “virar uma estrelinha”, assim como contamos para nossas crianças pequenas, quando um ente querido faz sua passagem e nos deixa.


Sim, uma estrela é uma analogia muito mais justa à história da Beer Mind do que um navio afundando. Você deve estar se perguntando por que, já que em ambas a moral da história é que algo chegou ao fim. Fácil. Um navio afunda e se perde, muitas vezes ceifa vidas no processo. Já a estrelinha, não. Ela passa a brilhar, e cada vez que se vê a estrela, existe a lembrança.


Existe a lembrança do saudoso balcão, das risadas, das cervejas derramadas, dos (impressionantemente poucos) copos quebrados, do sagrado líquido derramado, dos inimigos do fim, das situações cômicas e trágicas que vivemos, e que vocês partilharam conosco. Por isso, não estamos tristes. Estamos felizes por termos proporcionado tantas boas lembranças.


Sempre pautamos nosso atendimento de forma a exceder expectativas, seja com clientes, seja com fornecedores. Eventualmente falhamos. Eventualmente não conseguimos proporcionar uma boa experiência para você cliente, ou fornecedor. Se tiver sido este o caso, do fundo do nosso coração, pedimos as mais humildes desculpas, pois falhamos com vocês em nossa missão de levar a melhor experiência cervejeira.


Mas no final do nosso trajeto, não poderíamos fazer diferente, senão de forma a tentar atingir a excelência. Não temos o direito de manchar o brilho dessa estrela que nós mesmos criamos. Muitos projetos deixam clientes e fornecedores insatisfeitos, e nosso balanço, pelo menos na nossa humilde opinião, é bem positivo. Não temos nenhum cliente com pendências não resolvidas, ou que estejam sem tratamento em vias de resolução, e não temos um único centavo devendo a nenhum fornecedor (todos os boletos pagos, quase um milagre).


Poucos, mas muito poucos empresários podem bater no peito e dizer, ao final de um projeto, a mesma coisa que nós dizemos hoje. Saímos com a cabeça muito erguida. Saímos com a sensação do dever cumprido. Tentamos, conseguimos, até não conseguirmos mais, resolvemos nossas questões, e estamos parando.


Mas se você, em algum momento deste texto, pensou que não haveria uma boa notícia com isso tudo, sentimos lhe dizer que você está redondamente enganado. Como despedida, colocamos todos os produtos do site (cervejas, copos, camisetas, bonés, abridores, tudo) com preços beirando o custo, alguns até mesmo abaixo dele. Vamos fazer esta última loucura, esta ode ao livre comércio, vamos nos regozijar do veneno que nos mata. Sabem Black Friday? Pois é, o último saldão da Beer Mind vem para deixar o Black Friday com fama de “careiro”. Nosso último ato antes de descerem as cortinas.


E, com o descer das cortinas, vem também o nosso agradecimento. A você, cliente, que sempre nos acolheu, que sempre nos seguiu, que nos ajudou, que nos permitiu sonhar. E a você fornecedor, parceiro, que acreditou no projeto, que andou de braços dados conosco, que nos ajudou e que também nos deu a oportunidade de ajudar. Nosso agradecimento vai a vocês! Ah, agradecemos também a todos que acreditaram no projeto, ou nos deram forças para ir em frente, mas que principalmente nos apoiaram nesta difícil decisão que tomamos.


Mas é aquilo: vão-se os anéis, ficam os dedos.
Aproveitem nosso saldão, que vai até dia 31/01/2022, dia em que a Beer Mind encerrará permanentemente suas atividades.


Um Feliz Ano Novo a todos vocês!! A jornada foi do caralho!!
Muito, mas muito obrigado!! E até a próxima! Nos vemos nos bares e balcões da vida!

— Equipe Beer Mind
Brada, Bruno, Bela e Léo

Deixe um comentário

Chama no Zap!
Enviar